Djavan – Djavan, 1978

 

Seu segundo disco de estúdio e o primeiro pela gravadora EMI-ODEON. Chegou no mercado com boa aceitação do público e crítica, firmando Djavan como um dos principais nomes da nova MPB e consagrando-o como um compositor completo.

O disco carrega elementos do Pop, do Jazz, do Blues, do Samba e da Música Africana, com destaque para as faixas “Cara de Índio” retratando a cultura e a realidade social dos índios da Amazônia e trilha da Novela Aritana. “Álibi”, que virou sucesso na voz de Maria Bethânia e faixa do disco de mesmo nome de 1978 (1º disco de um artista mulher a bater mais de 1 milhão de vendas). “Serrado” onde ele fala de Alagoas, sua terra natal e por último, mas não menos importante, “Nereci” samba com aquele toque afro.

Músicas:

  1. Cara de Índio (Djavan)
  2. Serrado (Djavan)
  3. Água (Djavan)
  4. Álibi (Djavan)
  5. Numa Esquina De Hanoi (Djavan)
  6. Minha Mãe (Djavan)
  7. Alagoas (Djavan)
  8. Estoria de Cantador (Djavan)
  9. Nereci (Djavan)
  10. Samba Dobrado (Djavan)
  11. Dupla Traição (Djavan)

 

Djavan – Cara de Índio

 

Djavan – Serrado

 

Djavan – Nereci

Um comentário sobre “Djavan – Djavan, 1978

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s